Conar suspende filme da Nissan

08/10/2010 0 Por Fernando de Oliveira

Esse é um país muito estranho. Enquanto lá fora (EUA, principalmente) a maioria dos anúncios de TV compara produtos, aqui, se tentarem fazer isso, vem logo o Conar e suspende a propaganda. Que órgão é esse?

Conselho concedeu liminar solicitando a suspensão das peças publicitárias em que a montadora japonesa cita a GM

O Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar) acatou a denúncia realizada pela GM e concedeu medida liminar solicitando a suspensão das peças publicitárias em que a Nissan cita a concorrente. A campanha foi desenvolvida pela Lew’Lara/TBWA, que há mais de dois anos atende a marca.

Num dos filmes, “Não acerta uma”, que estreou na última sexta-feira, 24, na TV aberta e a cabo, engenheiros e executivos das montadoras concorrentes ficam nervosos com as premiações do carro da Nissan, fazendo referência a três marcas competidoras e suas nacionalidades: GM Meriva (norte-americanos), Honda Fit (japoneses) e Fiat Idea (italianos).

O Regimento Interno do Conselho de Ética (RICE) diz que a medida liminar pode ser solicitada pelo relator do processo para suspender o anúncio imediatamente sem o referendo da Câmara ou do Plenário.

Tal solicitação pode ser feita quando “houver justo receio de que a reprovação do anúncio – ao tempo do julgamento pela Câmara ou pelo Plenário – possa resultar ineficaz”, ou seja, quando o relator acreditar que, quando o anúncio chegar à julgamento, ele já tenha deixado de estar em veiculação. O julgamento pode demorar cerca de 40 dias.

No começo da noite, a Nissan distribuiu comunicado, afirmando que havia recebido o pedido liminar, e que acataria “prontamente” a solicitação, retirando do ar o comercial. O texto ainda destaca a receptividade do consumidor ao filme, uma vez que, segundo a empresa, “o vídeo teve mais de 122 mil visualizações pela internet em menos de uma semana”.

Informações do Meio & Mensagem